Homepage
Chat Papo Católico
Hospedagem de Sites
Sistema de Notícias
Loja Virtual
Rádios Católicas
Evangelhos Animados
Mural de Recados
Vela Virtual
Links e Parceiros
Cadastre-se
Fale Conosco
 
Receba novidades do catolicos em seu e-mail:
 
Notícias da Igreja Católica

EUA devolverá carta de Colombo roubada da Biblioteca Apostólica

Data: 13/06/2018

Cidade do Vaticano, 13 jun (Vatianews) - Não se sabe exatamente quando nem como foi roubada a carta escrita por Cristóvão Colombo em 1493, e substituída por uma cópia. Agentes estadunidenses descobriram que o original estava com Robert Parsons, um colecionador de antiguidades, em Atlanta (EUA).

A embaixadora dos Estados Unidos junto à Santa Sé, Callista L. Gingrich, devolverá ao Vaticano uma cópia impressa de uma carta escrita à mão por Cristóvão Colombo em 1493, na qual relatava aos reis católicos a descoberta do "Novo Mundo", e que havia sido roubada da Biblioteca do Vaticano.

A carta será entregue ao arcebispo Jean Louis-Bruguès O.P., arquivista da Biblioteca Vaticana e ao prefeito da Biblioteca Apostólica, Mons. Cesare Pasini, em cerimônia a ser realizada na Livraria do Vaticano no final da manhã desta quinta-feira, 14 de junho.

A carta - conhecida como "A Epistola Christofori Colom" nos catálogos do Vaticano – tem em suas quatro páginas o relato para o mundo sobre a sensacional descoberta. A carta foi traduzida para o latim e várias cópias foram feitas e distribuídas em toda a Europa, mas muito poucas sobreviveram às vicissitudes do tempo.

Em 2011, o Departamento de Investigações de Segurança Nacional (HSI, em inglês), foi contatado por um especialista em livros e manuscritos raros, que acreditava que a Carta de Colombo na coleção do Vaticano era uma falsificação.

Depois de notificar as autoridades vaticanas sobre o possível roubo, funcionários de outro Departamento - o de Segurança Nacional dos EUA - coordenaram a análise da carta feita por especialistas no assunto, incluindo experts da Universidade de Princeton. A falsificação do documento foi confirmada.

Não se sabe exatamente quando, nem como, foi roubada a carta que foi substituída por uma cópia, mas os agentes estadunidenses descobriram que o original estava com Robert Parsons, um colecionador de antiguidades, em Atlanta (EUA). Ele havia comprado o documento de um vendedor de livros raros em Nova York por US $ 875.000 em 2004, sem saber que ele havia sido roubado do Vaticano.

Depois de apresentar provas de que havia sido roubada, a viúva de Parsons concordou em renunciar voluntariamente à propriedade da carta, ceder todos os direitos e devolvê-la ao Vaticano.

O HSI recuperou e devolveu outras três Cartas de Colombo como parte de suas investigações em andamento sobre a venda ilícita de livros e manuscritos roubados.

Além da carta de Colombo do Vaticano, o HSI confiscou e devolveu as Cartas de colombo que pertencem à Biblioteca Riccardiana de Florença (Itália), e à Biblioteca da Catalunha, em Barcelona.

Homepage
 
CATÓLICOS.COM.BR
falecom@catolicos.com.br
formulário de contato
visitantes online agora: 7